mtwleadinglightesp-1-200x300Questões sobre o Maoísmo e o Comunismo Luz Guiadora

(portugues.llco.org)

Recentemente recebemos algumas questões sobre a relação do Comunismo Luz Guiadora para com o Maoísmo.

1. A concepção do Terceiro Mundo é a mesma do presidente Mao?

Não. A “Análise da Classe Global” da Luz Guiadora é totalmente diferente da “Teoria dos Três Mundos” de Mao. Vamos ver as diferenças.

Mao Zedong confirmou uma “Teoria dos Três Mundos” nos anos 1970. Mao supostamente disse que o “Primeiro Mundo” era formado pelos Estados Unidos e a União Soviética. O “Segundo Mundo” era formado pelos imperialistas menores como os países europeus, Japão, Austrália, etc. O “Terceiro Mundo” era formado pelos países pobres. A percepção de Mao estava unicamente baseada nas necessidades nacionalistas, e geopolíticas da China, não na ciência proletária. A teoria de Mao foi inventada após o fato de justificar o aumento do nacionalismo estreito na política exterior nos anos 1970. Em todo caso, conforme a aproximação maoísta, a principal coisa que determinava um mundo de outro era o poder militar, a agressividade geopolítica, etc. Então, ainda que os países imperialistas europeus tivessem um padrão de vida maior que o da União Soviética, os pequenos, militarmente fracos, imperialistas europeus seriam parte do “Segundo Mundo” de Mao. Em contraste, a Luz Guiadora vê o mundo através do ponto de vista do que Mao chamava de “a primeira questão da revolução”: “Quem são nossos inimigos?” “Quem são os nossos amigos?” Olhamos para o mundo , não a partir do ponto de vista do nacionalismo e da política estrangeira, mas a partir do ponto de vista da questão de classe, a partir do ponto de vista do proletariado. Nossa Análise da Classe Global vê o mundo a partir do alinhamento das forces sociais capazes de fazer a revolução eliminar toda exploração e opressão, para encontrar a liberdade, Comunismo Luz Guiadora. Assim dividimos a sociedade humana em “mundos” baseados no padrão de vida. Essas zonas, países, áreas geográficas cujas populações tem um baixíssimo padrão de vida são na maioria Terceiro Mundo. Aquelas zonas, cujas populações possuem um altíssimo padrão de vida são na maioria Primeiro Mundo. O Terceiro Mundo, o baixo padrão de vida é um outro pólo. O “Segundo Mundo” pólo entre os dois. Embora frequentemente nós não falarmos nada sobre o “Segundo Mundo”, pode ser visto como países concentrados no meio em termos de padrão de vida.

[Primeiro Mundo]S-U———-P-R- [“Segundo Mundo”]———–M———-B- [Terceiro Mundo]

Neste modelo, ou país como a Suíça, “S”, com um alto padrão de vida, se aproxima para o extremo fim do Primeiro Mundo tanto quanto os Estados Unidos, “U”. Um país como Portugal, “P”, se aproxima do Primeiro Mundo, porém mais próximo ao meio. A Rússia “R”, também, se aproxima em algo próximo ao meio. De modo similar, Bangladesh, “B”, tem uma população mais pobre que o México, “M”. Neste modelo, países ricos do Golfo estão próximos do Primeiro Mundo também. Este modelo pode ser aplicado individualmente com um país, Por exemplo, existem áreas vizinhas do Primeiro Mundo em países do Terceiro mundo que tem um alto padrão de vida. De modo similar, existem alguns bolsões do Primeiro Mundo em países do Terceiro Mundo.

Podemos também usar este modelo para predizer o surgimento do fascismo. O fascismo tradicionalista tem muito mais apoio no Primeiro Mundo com baixo padrão de vida, por exemplo, a Grécia ou a Rússia. Países ricos do Primeiro Mundo tendem a adotar uma perspectiva mais liberal. Quanto mais perto está o país no pólo do Terceiro Mundo, há grande base social, e potencial para a revolução. Do mesmo modo, o alto padrão de vida que existe, quando mais Primeiro Mundo o país for, a classe proletária será menor e a burguesia será maior. Portanto, dizemos que não há um proletariado significante no Primeiro Mundo. Devemos excluir as populações do Primeiro Mundo porque eles têm um grande interesse em preservar e avançar sua posição no sistema do que destruir o próprio sistema. As pessoas do Primeiro Mundo estão muito, mas muito longe de perder apenas os seus grilhões. Eles têm sua sociedade consumista, e confortável padrão de vida burguês para perder. O verdadeiro proletariado não tem nada a perder a não ser os seus grilhões. De novo e de novo, nós vemos as populações burguesas do Primeiro Mundo opostas a revolução e as lutas anti-imperialistas. A revolução resultará do pólo do Terceiro Mundo para o “Segundo Mundo” para o pólo do Primeiro Mundo.

2. Por que devemos derrotar o Primeiro Mundo?

Há muito tempo atrás, os maoístas na China entenderam que a classe mudou desde a época de Karl Marx. Por exemplo, os maoístas na China falavam sobre a “nova burguesia”, que surgiu no seio do Partido Comunista. Liu Shaoqi e Deng Xiaoping faziam parte desta nova burguesia, e por acaso eles tinham suas próprias fábricas como a burguesia tradicional da Inglaterra da época de Marx? Poderia Liu Shaoqi pessoalmente distribuir o poder produtivo da China entre seus amigos ou filhos? Não. A nova burguesia na União Soviética e na China não era a burguesia tradicionalista de Marx. A nova burguesia era burocrática, classe tecnocrata que se apropriou da riqueza da China. A nova burguesia era guiada pela ideologia reacionária. E a nova burguesia usou sua posição para rapidamente tomar o poder das massas e concentrá-la em suas próprias mãos. O ponto aqui é que os maoístas tempos atrás reconheceram as novas formações de classes que Marx não antecipou totalmente. A burguesia operária do Primeiro Mundo pode até trabalhar, mas não são explorados. Ambos tinham um alto padrão de vida, eles se beneficiam muito com o Império, eles não tem interesse em esmagar isto. Friedrich Engels escreveu há muito tempo atrás que como a população inteira da Inglaterra estava se tornando burguesa através da exploração da Índia. Vladmir Lenin há muito tempo atrás escreveu sobre a “aristocracia trabalhista”. Lin Piao também falou do “campo global” oposto à “cidade global”. Todos estes escritores estavam apontando para fato de que a classe estava mudando. Como os Maoístas identificaram uma nova burguesia em seu meio, estes autores estavam identificando outra nova burguesia surgindo nos  países imperialistas e países ricos, os quais se tornariam Primeiro Mundo. Guiar construções nestas idéias e avançar para um novo estágio científico.

Os maoístas durante a Revolução Cultural enfatizaram a importância da observação de Lenin que “Só podem ser marxistas quem estende o reconhecimento da luta de classes para o reconhecimento da ditadura do proletariado”. Antigamente, os maoístas na China compreenderam que a derrota da burguesia é a chave para o avanço do comunismo. Eles enfatizaram a necessidade de “ditadura do proletariado sobre a burguesia em todos os lados”. Os maoístas na China não estavam falando apenas da tradicional burguesia da época de Marx, mas também sobre a nova burguesia que surgia de dentro do Partido Comunista. De modo similar, nós também estendemos e muito o nosso reconhecimento da luta de classes para a ditadura do proletariado em todos os lados. O verdadeiro Marxismo sempre demandou a derrota da burguesia. E atualmente, isto significa a derrota dessa nova burguesia, a Burguesia Mundial, o Primeiro Mundo em si. Como isto era uma linha divisória entre o verdadeiro Marxismo e o revisionismo no passado, é uma linha divisória entre o verdadeiro Marxismo e o revisionismo atualmente. Devemos derrotar a burguesia, não se comprometer com ela. Portanto, devemos rejeitar revisionismo, veneno de Karl Kautsky, Nikita Kruschev, Liu Shaoqi, Deng Xiaoping  e dos Primeiro Mundistas. Como os maoístas na China surgiram compreendendo a Ditadura do Proletariado como em todo um novo nível, o Comunismo Luz Guiadora também avança neste aspecto da ciência
revolucionária.

3. Vocês dizem que tem alguns camaradas no Primeiro Mundo, qual é a função dos camaradas no Primeiro Mundo?

O Comunismo Luz Guiadora visa uma Guerra Popular Global. Todos os Luzes Guiadoras, não importando qual as suas origens ou localizações, são nossos irmãos e irmãs. É uma longa tradição de indivíduos excepcionais de origem burguesa que rompem com sua origem de classe. O exemplo mais famoso é o de Friedrich Engels, que não apenas forneceu recursos para que Marx pudesse sobreviver, mas Engels era um cientista revolucionário em seu direito. A Luz Guiadora é um movimento para todos os verdadeiros revolucionários.

A Luz Guiadora levanta o slogan “Revolução no Terceiro Mundo, Resistência no Primeiro Mundo.” Os camaradas do Primeiro Mundo têm o dever de fazer o máximo que puderem para apoiar a revolução no Terceiro Mundo. Eles também têm o dever de criar a resistência no Primeiro Mundo. Eles têm o dever de ganhar recursos. Eles tem o dever  de sabotar o Império. Eles têm o dever de subverter e enfraquecer o Primeiro Mundo. Os camaradas do Primeiro Mundo têm o mesmo dever de servir ao povo, de viver e morrer pelo povo, assim como os camaradas do Terceiro Mundo. Não abandonamos a revolução no Primeiro Mundo, apenas reconhecemos que não é possível num futuro previsível. Para conquistar o Primeiro Mundo, devemos libertar o Terceiro Mundo. Portanto, como dizia Lin Piao, a revolução mundial surge na zona rural global para a cidade global.

4. Os indígenas, negros e outras minorias étnicas do Primeiro Mundo são inimigos do Terceiro Mundo?

É importante deixar claro que nem todas minorias/nacionalidades são a mesma. Por exemplo, os asiáticos que vivem nos Estados Unidos tem os mesmo padrões que os brancos. E, a comunidade asiática não é homogênea. Existem chineses, japoneses, vietnamitas, laosianos, hmongs, filipinos, malaios, indonésios, coreanos e muitas outras populações asiáticas nos Estados Unidos. Mas existe uma grande diferença. Por exemplo, os japoneses se tornarão mais ricos que os laosianos, por exemplo. De modo similar, há uma grande diferença entre os as comunidades negras. Algumas comunidades negras são muito melhores que outras. Igualmente isto é a verdade dos chicanos, mexicanos e outros latinos. Cubanos estão melhores que os salvadorenhos nos Estados Unidos. Existem muitas diferenças entre diferentes populações. Mesmo assim há uma grande variação, num todo, a maioria destas populações são parte do Primeiro Mundo. Ainda assim, seu padrão de vida é frequentemente menor que o da população branca dos Estados Unidos, e isto continua sendo Primeiro Mundo. Em um todo, estas são populações existentes do Primeiro Mundo. Assim, existem alguns bolsões do Terceiro Mundo nos países do Primeiro Mundo. Algumas populações indígenas tendem a ser muito pequenas, fragmentadas, isoladas e dinâmicas para servirem como base social confiável para a revolução. Pode haver algumas exceções, mas isto é regra geral. A linha da Luz Guiadora não nega a existência do proletariado nos países do Primeiro Mundo. De certa forma, dizemos, não existe proletariado significante nos países do Primeiro Mundo.

Isto não significa que não haja grandes injustiças ocorrendo com estas e outras populações dentro dos países do Primeiro Mundo. Isto não significa que não seríamos ultrajados pela injustiça. Entretanto, não somos liberais. Somos revolucionários. Nosso trabalho é fazer revolução. E se gostamos disso ou não, os bolsões dos realmente explorados, pobres, comunidades do Terceiro Mundo, no Primeiro Mundo não aumentam muito uma base significante capaz de fazer a revolução.

5. Vocês vêem Lin Piao maior que Mao Tsé-tung?

Melhor que olharmos os indivíduos, devemos observar as linhas políticas Política no comando, não individualidade. Em alguns casos, Lin Piao era melhor que Mao Tsé-tung. Lin Piao desafiou a virada de Mao à direita, incluindo seu alinhamento com o imperialismo ocidental nos anos 70. Nos anos 60, Mao criticou Nikita Kruschev pela sua linha de “coexistência pacífica” com os imperialistas. Nos anos 70, o próprio Mao moveu para alinhamento com os imperialistas ocidentais. Como os soviéticos, Mao estava colocando o interesse nacional sobre o interesse do proletariado internacional. Isto era parte da virada conservadora nos anos 70 na China. Mao favoreceu uma China centralizada geopoliticamente nos anos 70. Lin Piao favoreceu a uma ênfase no auxílio às guerras populares e lutas anti-imperialistas. Lin Piao favoreceu a guerra popular; Mao favoreceu o interesse nacional. Além disso, Lin Piao enfatizou corretamente que a revolução global deveria provir da “zona rural global” para a “cidade global”. Lin Piao também quis continuar a radicalizar a Revolução Cultural depois de 1969, Mao se moveu para trazer de volta muitos direitistas e revisionistas que haviam caído. Lin Piao moveu para a esquerda depois de 1969; Mao moveu para a direita. Nesses pontos, Lin Piao era melhor do que Mao. Entretanto, no geral, Mao era uma figura mais importante que Lin Piao. Era Mao, e não Lin Piao quem havia guiado a revolução chinesa. Era Mao o mais importante autor ideológico da revolução chinesa e da onda maoísta das revoluções. Lin Piao é uma Luz Guiadora, mas Lenin e Mao são as mais brilhantes Luzes Guiadoras da revolução do século vinte. Pense nisso: Mao era o líder da revolução proletária que abarcou um quarto da humanidade. Sua estrela brilha, brilha muito. Nosso primeiro dever é com a Ciência Revolucionária, o Comunismo Luz Guiadora, não os legados de líderes individuais. Todas estas Luzes Guiadoras do passado – Marx, Lenin, Mao Tsé-tung, Lin Piao, etc – eram grandes heróis, líderes, servidores do povo. Eles encarnaram o melhor da humanidade. Eles encarnaram nossas melhores essências, nossas melhores aspirações. Entretanto, a história não pode parar quando Mao morreu. A ciência continua a avançar. Atualmente temos desenvolvido a ciência da revolução para todo um novo estágio, capaz de iniciar a nova grande onda da revolução. Assim como Lenin avançou Marx, Mao avançou Lenin, nós avançamos eles em tudo. O Comunismo Luz Guiadora é o futuro.

6. Vocês dizem que o Comunismo Luz Guiadora é o mais alto estágio da ciência revolucionária. Qual é diferença entre o Comunismo Luz Guiadora e o Marxismo-Leninismo-Maoísmo clássico?

O Comunismo Luz Guiadora é uma ciência avançada num todo. O Comunismo Luz Guiadora avançou em todas as áreas da ciência revolucionária. Não é possível listar todos os avanços do Comunismo Luz Guiadora aqui. Ao invés disso, vamos nos focar em alguns avanços chave: o Comunismo Luz Guiadora integra as descobertas mais avançadas da atualidade para criar uma epistemologia genuinamente científica, uma epistemologia que integra os melhores aspectos do materialismo marxistas com os avanços contemporâneos na lógica, lingüística, ciência cognitiva, neurologia e análises estatísticas. Grandes avanços estão acontecendo em todas estas áreas do conhecimento, se o marxismo não adapta, então será apenas metafísica congelada. A ciência avança, não congelou quando Mao morreu em 1976. Os capitalistas estão constantemente avançando a ciência da opressão, e se não contermos seus avanços, iremos sempre perder. Devemos retribuir olho por olho na luta contra os capitalistas, avançando a ciência da revolução, o Comunismo Luz Guiadora. Esta ideia está no coração do avanço da ciência para um novo estágio.

A Luz Guiadora avança na política econômica para um novo estágio. A nova teoria Luz Guiadora da análise da classe global que revela como a classe global funciona num nível global atualmente. A análise da classe global nos diz que a base social para a revolução existe quase exclusivamente no Terceiro Mundo. Não existe nenhum proletariado significante no Primeiro Mundo. A Luz Guiadora nos mostra como a burguesia moderna e o proletariado mudou. Não só há novas formas da burguesia que surgiram no Primeiro Mundo, mas a Luz Guiadora também enfatiza a crescente importância das mudanças demográficas no Terceiro Mundo.

A Luz Guiadora avança no entendimento do gênero. A Luz Guiadora nos mostra como o Império mudou sua dinâmica das classes. O povo do Primeiro Mundo como um todo lhes foi concedido maiores opções de vida através do gasto dos povos do Terceiro Mundo. Esta é a verdade para os homens e mulheres. As mulheres do Primeiro Mundo receberam mais e mais acesso aos privilégios tradicionais dos homens do Primeiro Mundo. Entretanto, devemos nos perguntar, quem é que paga por isso? As mulheres do Terceiro Mundo frequentemente experimentam formas vergonhosas da opressão patriarcal. O patriarcalismo no Terceiro Mundo é usado como um caminho para reforçar formas horríveis de apartheid de gênero. O patriarcalismo especialmente nas formas semi-feudais é usado para explorar e controlar as mulheres no Terceiro Mundo. Então, temos a situação onde as mulheres no Primeiro Mundo estão ganhando mais e mais privilégios, mais e mais opções de vida, as custas da contínua opressão imperialista e patriarcal semi feudal dos homens e mulheres do Terceiro Mundo. Isto cria uma situação onde as mulheres do Primeiro Mundão não tem um interesse de gênero em comum com as mulheres do Terceiro Mundo. As mulheres do Primeiro Mundo podem querer igualdade de gênero com os homens do Primeiro Mundo,  mas o estilo de vida de ambos os homens e mulheres do Primeiro Mundo requerem a contínua existência do barbarismo patriarcal, semi-feudal imposto sobre as mulheres do Terceiro Mundo. Assim homens e mulheres do Terceiro Mundo tem mais interesses em comum, ambas as classes e gêneros, do que teriam com os homens e mulheres do Primeiro Mundo.

O Comunismo Luz Guiadora avançou rapidamente a ciência militar revolucionária. A revolução no mundo contemporâneo é um assunto de desenvolvimento da Guerra Popular Global da Luz Guiadora, uma guerra popular em escala global através do proletariado mundial contra a burguesia mundial. Esta é uma guerra total, uma guerra contra todo o Primeiro Mundo, contra a civilização do Primeiro Mundo. Isto demanda novas formas de guerra popular, teoria e práticas avançadas. O aumento demográfico, o surgimento da favela, teve fortes implicações para travar a guerra popular. O surgimento das classes habitantes de favelas no Terceiro Mundo significa que o futuro das revoluções não podem ser pensados em termos simples do campo e cidade, mas deve ser pensado também em termos de crescimento da importância das favelas. Informação, tecnologia, guerra psicológica, o surgimento do poder aéreo, satélites, robótica, etc., terão importantes papéis nos conflitos futuros. Novas tecnologias e aproximações devem ser integradas nas estratégias contemporâneas para poder vencer. A lei revolucionária do poder popular continua fundamental, mas o poder popular, para vencer, precisa estar focado em meios avançados cada vez mais concentrados para vencer. “Se teoria a prática é cega”.

O Comunismo Luz Guiadora avança rapidamente nosso entendimento sobre a história da revolução, contra-revolução, e a construção socialista. A Luz Guiadora avança no entendimento do surgimento do revisionismo e a restauração capitalista em um novo nível. A Luz Guiadora mostra como a Teoria das Forças Produtivas, o paradigma político, e certas concepções do bem humano estão interligadas. Embora a União Soviética e a China maoísta, nas fases revolucionárias, eram exemplos brilhantes, eles foram imperfeitos em caminhos importantes. A Luz Guiadora oferece a conta mais avançada das carências das próximas ondas da revolução. Isto nos dá importante conhecimento sobre como fazer melhor da próxima vez.

A Luz Guiadora também avança a compreensão Marxista da ecologia. A Luz Guiadora mostra como o marxismo do passado falhou em compreender a importância da natureza. Por exemplo, a natureza tem um papel importante na economia política. Um meio para ressaltar o parasitismo do Primeiro Mundo como um todo é olhar os padrões de consumo. O Primeiro Mundo é simplesmente insustentável. Os níveis de consumo do Primeiro Mundo, o estilo de vida do Primeiro Mundo estão matando o planeta, nosso lar em comum. O consumo no Primeiro Mundo é uma ameaça o todo o ecossistema e uma ameaça para a contínua existência da vida, incluindo o proletariado. Assim, é uma parte importante de alguma revolução futura colocar o cuidado e a defesa da natureza à frente. O Novo Poder do proletariado deve tomar um diferente acesso fundamental para a natureza dos reacionários que nos ameaçam em tudopara a extinção. O socialismo do passado falhou de maneira significante a este respeito, a Luz Guiadora diz que uma ciência ecológica mais avançada é importante, uma peça chave para a mais avançada ciência da atualidade, o Comunismo Luz Guiadora.

A Luz Guiadora oferece uma nova, e avançada visão científica da construção revolucionária. Estamos tentando eliminar milhares de anos de organização social opressora e programação social. Por milhares de anos, o poder, a economia, e a cultura foram organizadas de modo terrivelmente opressivo. Marx descreveu seus projetos do socialismo científico e do comunismo, aplicando a melhor ciência na tarefa de finalizar toda a opressão. Assim, as revoluções do passado precisam ser vistas como experimentos científicos. Assim como os bolcheviques avançaram Marx e as primeiras tentativas de encontrar o comunismo, os maoístas avançaram os bolcheviques. De igual modo, os verdadeiros cientistas revolucionários  reconhecem que precisamos avançar a revolução de Mao. Se Mao tivesse pego tudo certinho, ele poderia ter vencido. O socialismo poderia existir na China atualmente se a tradição Marxista-Leninista-Maoísta fosse a resposta. Desde a restauração do capitalismo na China, o mundo mudou de maneiras diferentes. Devemos aprender a partir dos grandes que vieram antes, mas devemos ir além. Devemos sempre reconhecer que nos apoiamos nos ombros de gigantes, mas temos o dever de armas as massas com a mais avançada ciência revolucionária. Qualquer coisa encurtada disso é traição.

O Comunismo Luz Guiadora fez avanços em numerosas áreas: ciência baixa e alta, estatísticas, revolução cultural, frente unida, Novo Poder, e muito mais. Quando dizemos que o Comunismo Luz Guiadora é um verdadeiro avanço, não é apenas retórica vazia, propagandístico, cultista. Os avanços científicos são numerosos e tão fortes que não é possível articulá-los num formato curto. A Luz Guiadora elevou todo aspecto da ciência revolucionária para um novo estágio. Os Luzes Guiadoras não são avakianistas que não oferecem nada senão apenas ecletismo e retórica vazia. Os Luzes Guiadoras não são prachandistas que usam a cobertura da inovação para revisar o coração revolucionário do marxismo. A Luz Guiadora não é cultismo vazio, propagandístico e bombástico. Esta é um avanço científico genuíno que preserva e eleva o melhor no Maoísmo – Revolução Cultural, Guerra Popular, Novo Poder – mas toma tudo isso para um novo, qualitativo e novo nível. Isto é um caminho avançado. Os verdadeiros marxistas, verdadeiros leninistas, verdadeiros maoístas não são metafísicos com dogmas congelados. Os verdadeiros marxistas, leninistas e maoístas são cientistas revolucionários. Para ser um verdadeiro maoísta atualmente requer ir além de Mao. Isto é o que a ciência demanda. Sendo um maoísta sempre significou aderência para a ciência revolucionária mais avançada, não a carta do trabalho de Mao. O verdadeiro maoísmo é ciência,  não uma religião posando de ciência. Assim é o dever de todos os verdadeiros maoístas irem além de Mao, adotar a mais avançada ciência atualmente. E isto significa levantar o Comunismo Luz Guiadora.

Advertisements